Nos últimos anos tenho percebido um fenômeno nos shows e eventos, um tipo de entrevero entre público, artista e local do evento.

Recentemente Mick Jagger, Corey Taylor e Paula Toller tiveram algum tipo de problema com alguns fãs que estavam em seus shows fotografando suas bandas no palco e o que de certa forma irritou os artistas que alegaram que o público se preocupava mais fazer fotos dos que curtir o show. Já Taylor Swift quebrou o equipamento de um fotografo profissional enquanto ele fazia a cobertura de se show. E por fim Rita Lee foi fazer lançamento de seu livro e dentre as regras da livraria para esse evento constava que o público presente não poderia fazer fotos, vídeos nem transmissões ao vivo do evento por qualquer tipo de rede social.

Lembro que nos anos 90 quando a gente ia para um show numa grande casa o sistema de som falava que era proibido fazer fotos ou vídeos do evento e que se a segurança te pegasse fazendo isso eles iam tirar o filme de seu equipamento.

 

Posto esses exemplos só tenho que dizer que hoje com toda tecnologia que temos, toda facilidade de acesso a redes sociais é praticamente impossível ter esse tipo de controle ou o artista querer que seu público fique apenas prestando atenção no show sem querer registrar nada do que está acontecendo. Eu quando vou a algum show quero sim fazer um registro, uma lembrança do evento, obvio que não com a quantidade de fotos que eu faria se estivesse fazendo a cobertura do show, mas quem não quer tem esse registro físico (digital) juntamente com o registro emocional do show?

Acho que como tudo na vida as coisas devem ser feitas com moderação, pois você pagar um valor alto no ingresso e ver praticamente o show todo pela telinha do celular ou câmera é no mínimo estranho, eu não faria isso pois paguei para ver o show e as fotos são apenas lembranças. Mas quem quer pagar caro para não curtir o show é direito dele, como dizem: Prioridades.

Raphael Prado

Fotógrafo graduado pelo Senac, apaixonado por música, futebol e por novas formas de retratar o cotidiano.